quarta-feira, 23 de setembro de 2020

7 Empresas mais antigas do mundo ainda em funcionamento!

 Olá pessoal!


Tudo belezassa?

Em tempos tão difíceis, ter uma empresa que está aberta a muitíssimo tempo é uma mostra de sucesso absoluto!

Vemos empresas caindo e nascendo o tempo todo, de vários segmentos e em um volume cada vez maior.

Ai me bateu a dúvida: Quais são as empresas mais antigas do mundo? Listarei aqui para vocês 7 delas para mostrar que a longevidade é algo impressionante, principalmente no mundo corporativo!


> Staffeiter Hof – Fabrica de Vinhos - Alemanha – Fundada no ano de 862.

> Stifttskeller St. Peter – Restaurante - Áustria – Fundado no ano de 803. (imagem)

Restaurante Stifttskeller St. Peter

> Genda Shigyo – Fabrica de sacolas - Japão – Fundado em 771.

> Hoshi Ryokan – Hotel - Japão – Fundado no ano de 718. (imagem)

Hotel Hoshi Ryokan

> Koman – Hotel - Japão – Criado em 717.

> Nisiyama Onsen Kelunkan – Hotel - Japão – Do ano de 705.

> Kongo Gumi – Empresa de construção de templos Japão – Do ano de 578. (imagem)

Empresa de construção Kongo Gumi


Conseguem imaginar uma empresa do ano de 578 gente? É muito tempo!! Imagina quanta coisa uma empresa dessa já passou!

Acho que isso serve de inspiração para quem quer empreender. Sabemos que não é fácil e que aqui no Brasil isso é muito difícil, mas uma dose de inspiração nunca é demais né?


Em breve voltamos para trazer mais curiosidades para vocês!


Um abraço e até a próxima galerosa!!




segunda-feira, 14 de setembro de 2020

A parte ruim de ser fã de alguma coisa

         Não adianta. Se você gosta muito de alguma coisa, você já cruzou com ela. Ou muito provavelmente já fez parte dela: a fanbase.




        É inevitável. Principalmente se você foi [ou é] um adolescente esquisito, pois todos acham que são, mas na realidade, só alguns poucos são, de fato. Ser parte de uma fanbase é algo importantíssimo; pois é ali que você vai junto a outras pessoas que curtem a mesma coisa que você se descobrir e evoluir como pessoa. O problema é que algumas pessoas são muito intensas, e acabam exagerando 
                  


                                                         [fanbase do biroliro]


        Entenda, você ter seus gostos e querer compartilhá-los com o mundo não é proibido, e nem errado. Mas você pode acabar se tornando alguém extremamente chato. Temos várias fanbases insuportáveis, a da Madonna, dos times de futebol, a do Elvis Presley, a do RBD, a do Metallica, a do Star Wars feat senhor dos anéis e a fanbase dos políticos. Mas pra mim a fanbase mais insuportável é a de Jesus Cristo. Eu concordo com muita coisa que ele diz, muitos de seus ensinamentos e tals, mas a fanbase é insuportável. Talvez você ache este texto um pouco ácido demais, mas eu só quero esclarecer algumas idéias básicas. 



                                            
                                            [outra fanbase insuportável, a do Jim Carrey]
            
            
         Você pode curtir o que for coleguinha, mas não julgue o caráter do outro por gostar de algo diferente do que você gosta. Imagina se todo mundo gostasse de mulher? Não ia sobrar mulher pra você pedir peck de pezinho, nem foto de agora. Se todo mundo gostasse de star wars você não teria motivo pra dizer que star wars é melhor que star treck. E é por isso que existem coisas diferentes, as pessoas têm gostos diferentes e o mundo é melhor assim. O embate aqui é.. o respeito.

                                
 [mais uma fanbase que me irritou bastante , a da Neyde. Atualmente eu até me juntei pelo #freebritney]


            Vou partilhar um pouco da minha experiência [inútil] de quando eu era gótica roquista. Eu era da fanbase do evanescence [ala, já vai me julgar que eu sei] e sério, era a pior fanbase pra se fazer parte em meados de 2004. Era uma banda nova, sem estilo definido, tocava direto na MTV o que descaracterizava o evanescence como uma banda de rock de respeito. Porque pra ser roqueiro sua banda favorita tinha que ser underground, ou em outras palavras, desconhecida e com um logo que ninguém consegue ler, como as de death metal. Eu cresci ouvindo dos meus amigos que eu não era rockeira de verdade e isso e aquilo porque eu ouvia evanescence, [sendo que eu fui criada com base no melhor do rock internacional e MPB okay?] o que só me dava mais vontade de sentar longe de todo mundo e botar meu cd do fallen no discman pra tocar no intervalo [bem gótica rebelde]. Ai eu chegava na minha casinha ligava meu windows 98, entrava no MSN [saudades] e no ORKUT [ai gabi, só quem viveu sabe], onde tinham as comunidades oficiais. Eu fazia o que? ia lá defender a Amy Lee de ofensas que ela nem sabia que existia. Porque a fanbase serve pra isso tá gente? A pessoa ta lá ganhando os milhões dela, tocando o foda-se pro que tão falando dela, enquanto a gente ta se esgueirando de xingar o idolo da outra fanbase. Porque é assim que acontece. Cansei de falar horrores da Avril Lavigne, Liv Kristine [mas só pq saiu da ToT], Tarja, vocalista que tenho ranço até hoje huaheuaheuae

                                  [a fanbase do nightwish é horrorosa até hoje]

             Foi no orkut que eu presenciei vááárias tretas envolvendo nome de Beyonce x Britney, Cristina Aguilera x Pink entre muitas outras. O mais engraçado é que ninguém nunca chegava num acordo. "Ai porque o timbre dela é mais agudo" "ai porque ela usa playback porque ela tá dançando" Gente, não adianta. Não importa quantos argumentos vocês usarem, a outra parte nunca vai ceder e pior, sempre vai vir com um contra argumento [e o mensalao heim?]. Eu acho muito engraçado por exemplo quando entram as brigas de fandom de filme. Porque se eu já assisti o filme, eu imagino o personagem que eu mais gosto do filme 1 lutando incansavelmente com o personagem do filme 2. E isso vale pra séries também.  

                      [não podiamos deixar de entrar nos fandons asiáticos. otakus e afins]

           Eu adoro anime. Mas me desanima profundamente eu ir falar com meus amigos que curtem animes e eles me falarem "ah esse não é nada, assiste tal que você vai ver o que é anime" [normlamente é naruto ou bleach]. Sabe.. Esse é o tipo de coisa que você não deve fazer com o amiguinho. As vezes ele está começando e você fala isso desanima ele total. Porque é automático. Você assiste alguma coisa e você PRE-CI-SA falar daquilo com alguém, e não tem nada pior do que você falar daquilo com alguém que você SABE que gosta daquilo também e a pessoa dar a entender que aquilo não é bom. Reflitão.


                        [sempre gostei de friends, mas ultimamente o fandon está foda]

            É basicamente isso gente. não briguem, se matem HUAEHUAE [old but gold] mas lembre que o que faz o mundo girar são as diferenças. Não teria graça se todo mundo gostasse da mesma coisa. Mas lembrem-se também de não defender talarico só pela cor da pele [entendedores entenderão kkk] 

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Jogos que são praticamente cópias de outros jogos, mas não deixam de ser legais!

Hello povo!

Sejam bem vindos devolta ao blog Coisa Insana (quem tá chegando pela primeira vez, prazer em conhecê-los!)

O mundo dos games é um universo totalmente aberto, onde sabemos que poucas criações são de fato inovadoras e, após o sucesso delas, uma enxurrada de novos jogos seguem a mesma linha. Isso não é de todo ruim, pois cada jogo tenta colocar um "temperinho" diferente em algo que já é naturalmente bacana.

Eu, particularmente, não vejo problema nenhum neste tipo de cenário e acredito demais que isto ajuda a difundir um estilo de jogo e dá opções para que diversas pessoas se "encaixem" as pequenas mudanças que cada game tem.

Então vou trazer aqui uma pequena lista de jogos, sendo o jogo "precursor" e o um jogo que nasceu depois que eu curti. Então bora?

Overwatch / Paladins



Bom, comecei por esse pois de fato esse cara é o principal motivo de discussão no mundo dos games.
Considerado o "Overwatch de pobre", Paladins é um game onde, na sua essência, pouco muda em relação a versão "mais rica". A principal mudança fica em torno dos personagens e das habilidades especiais (nem sempre diferentes).

Eu sou um jogador de Paladins e, de verdade, não sinto falta de gastar um valor alto no jogo da Blizzard, o game já me atende. Obviamente, a versão precursora é visualmente mais bonita, provavelmente mais balanceada e deve ter algumas outras qualidades, mas não é algo que eu sinta falta.


Megaman / Mighty No. 9



Aqui, a gente tem uma tretinha básica né? Megaman é uma franquia da Capcom extremamente famosa e de sucesso (que a Capcom deveria explorar melhor) e para jogadores mais antigos como eu, é um clássico intocável dos games.

Só que um dos envolvidos no projeto de Megaman, Keiji Inafune, teve umas tretas dentro da Capcom e cria o projeto de Mighty No. 9, lançando uma campanha no Kickstarter (site de vaquinha coletiva) para poder desenvolver o jogo.

O jogo é lançado em 2016 com o mesmo conceito básico, design e andamento do sucesso da Capcom. Mesmo não sendo o mesmo sucesso, é um jogo que chamou a atenção e que muita gente curtiu jogar.

Para alguns, é considerado o sucessos espiritual do robozinho azul da Capcom.


H1Z1: King of the Kill / PUBG - Fortnite



Muita gente não sabe disso, mas não foi PLAYERSUNKNOWN'S Battlegounds (PUBG) que iniciou toda a história dos battles royales na nossa vida!

Esse estilo de jogo nasceu com H1Z1, em uma extensão chamada King of The Kill. Nela já se iniciava a febre do gênero! Isso porque não estamos contando aquela live de DayZ que aconteceu antes de tudo isso... acho que isso é assunto para outro post!

Enfim, com o sucesso desta expansão, tivemos logo depois, após somente 4 meses, PUBG é lançado e ai vocês já sabem da febre! Então este só está na lista para informar que NÃO, não foi PUBG que criou o Battle Royale! Denada! :D


Guitar Freaks / Guitar Hero  - Rockband



Agora a surpresa do post: Você sabia que Guitar Hero na verdade não é o lançador deste estilo de game, mas sim é uma cópia ferrenha de um game chamado Guitar Freaks?

É! O precursor não fez muito sucesso e quem estourou mesmo foi o Guitar Hero, que tem uma porrada de outras versões!

Além disso, mencionei aqui Rockband que é do mesmo gênero, mas tem algumas particularidade que me fizeram curtir mais ele do que o GH, mas de qualquer forma tudo nasceu de um game que quase não fez sucesso!

E é isso, espero que tenham achado interessante e podem comentar ai quais jogos mais poderiam ser comentados. Já adianto que exemplos disso não faltam!

A gente se encontra novamente em breve!

Abraços e até a próxima! UHU!

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Aberturas Brasileiras, só que ruins

Um tempo atrás, eu estava conversando com o Noob (membro lá do Blog Viiish!) sobre aberturas de anime, ai surgiu no assunto "aberturas ruins brasileiras", então...estou aqui...fazendo esse post... 
KSOAKSOAKOSKAOSKAOKS

BORA COMEÇAR SA BAGAÇA!

Vou começar, com um polêmico. Vai gerar hate por causa das viúvas da antiga transmissora ? 
Provavelmente! Mas to aqui pra isso...eu acho.

Acho que todo mundo conhece a famosa Pegasus Fantasy:

Mas não estamos aqui para falar dessa, e sim daquela que parece que foi
gravada por um coral de igreja...
Perdão a todos que gostam, mas não da pra defender isso não:


A primeira abertura de CDZ feita na manchete é muito bizarra, a segunda até vai, pq parece que é a Xuxa que ta cantando.

Essa daqui, eu peço perdão para aqueles que realmente escutarem, sem mene:


Deus é mais! Só quero saber da onde o cara tirou ideia pra essa musica, quanta cocaína ele precisou cheirar pra isso existir. Mas graças ao SBT, isso daqui também existiu:


Obrigada SBT, sério mesmo, obrigada.
E quem reclamar, pelo menos os caras adaptaram quase igual a original, com a mesma melodia. 
Eu prefiro muito mais essa versão, do que aquela abominação da Cartoon Network.


Olha o que fizeram com Zatch bell: 



Tipo, eu só vou deixar a original aqui, e ir embora, não tenho nada a declarar.




Essa próxima é uma das minha favoritas, tipo, muita gente tem nostalgia, adora falar bem,
mas na realidade foi uma abertura bizarra, sério! Dá medo...
E eu estou citando, a tão aclamada, Angelica com chapéu de seu madruga:



Essa marcou e provavelmente traumatizou a grande maioria das crianças do Brasil 
KSAOKSOAKSOAKOSKAOSKAO
Me sinto na obrigação de deixar aqui a original, até pq é uma musica muito linda:




Continuando, nessa daqui eu meio que não entendo do pq eles mudaram a primeira musica,
mas as outras continuaram como se nada tivesse acontecido...
To falando, da primeira opening de Narutinho:


Se tu for ver nessa versão da abertura, tem partes de outras misturadas
com cenas aleatórias do anime, e um instrumental nada haver...
Por muito tempo eu realmente achei que essa fosse a "original", mas depois de um tempo,
eu decidi assistir o anime legendado conheci a verdadeira.

Foi um choque de realidade, quando assisti isso aqui:



Nessa próxima, eu fico meio triste, a musica da opening original é tão bonitinha,
mas quando fizeram a sua versão aqui, só colocaram um instrumental robótico, porque...
o desenho é sobre robôs...
To falando disso daqui:

Sei la, só acho um desperdício mesmo, podia fazer uma adaptação
tão bonita da musica original...
Que no caso, é essa:

Algum canal de covers brasileiro faz essa abertura em PT-BR!!
 Nunca pedi nada caras....


Eu não sei como animes tipo Sakura Card Captor, Inuyasha, Dragon Ball, Yu yu Hakusho,
não pegaram essa maldição...





Se o post der certo, continuo minha lista, me lembro que grande parte das aberturas, como Pokemon, tiveram esse azar,  assim como Beyblade, Medabots, Yu-gi-Oh, entre outros genéricos.


Bom eu finalizo por aqui, caso ofendi a infância de alguém, não foi a minha intenção, tudo aqui
foi escrito no pior tipo de humor possível, com grande parte da minha opinião em cima.
 Obrigada por ter lido, e até a semana que vem...talvez. 

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

A realidade entre a guerra de estilos

 Junto&Misturado: Rock x Funk

        Estava eu rolando o feed de uma rede social que eu tenho [Facebook cof cof] e me deparei com uma imagem que me fez ficar pensando o resto do dia. Na imagem estava a imagem cartunizada de alguns astros do rock declamando suas letras super românticas [SQN], traduzidas em português. Enquanto uma breve descrição dizia "viu só? o rock é tão vulgar quanto o funk". O que me faz pensar sobre essa guerra que pra mim não faz sentido algum e eu vou explicar o porquê.


        Roqueiro que se preze sabe a origem do estilo e como evoluiu para o rock que conhecemos hoje em dia. E sempre vem com várias referencias né? parece o wikipédia. Cita vários nomes, varias bandas, décadas, álbuns, situação política, etc.


         Enfim, o rock veio ironicamente de uma mistura de funk, soul [o black de antigamente], e blues. Alguém teve a brilhante idéia de adicionar uma guitarra elétrica e voi lá, foi criado um estilo totalmente novo, marginalizado pela então gente de bem. Opa, pera ai caceta! acho que vi uma semelhança ai, heim?! Muito que bem, o funk também surgiu da mistura de alguns estilos, também foi adicionado um instrumento para dar a batida que conhecemos hoje, e também é marginalizado pela gente de bem atual.


        "Você tá defendendo o funk? Eu teria vergonha disso" Graças a deusa as pessoas são diferentes e com pensamentos diferentes, o que me permite dizer com todas as letras, que, não estou defendendo nenhum dos dois, estou colocando seus pontos na balança e analisando de forma justa, pra mim, é claro. Certo, chegamos até aqui e você deve ainda estar se perguntando que tipo de protesto o funk faz, porque o rock foi muito importante para expor a liberdade de expressão e mimimi.



        Olha, vou ser bem sincera. O rock foi importantíssimo e cumpriu [muito bem] o seu papel. Que era incomodar a sociedade, dizer que os jovens também tinham coisas pra falar, e fizeram isso chocando o publico. Ou você acha que o clássico sexo drogas e rock'n'roll era só fachada? Extrapolaram sim, fizeram merda sim. E o resultado tá ai. Quem diria que os discos do the doors ou twisted sisters iam tocar no carro de um tiozão meia idade? Fala isso pra uma pessoa de 17 anos que ouvia essas banda na época. Provavelmente hoje é o próprio tiozão que eu citei.



        A coisa está em que os tempos são outros, os problemas são os mesmos, porém agora os jovens já tem espaço para expor as suas idéias. O funk, além de chocar com a questão sexual, que eu realmente não concordo, mas expõe sim como são as coisas no lugar onde vive, na quebrada, na favela. Ta ali ó descrevendo tudo. E hoje ainda temos uma invasão de mulheres fazendo funk, coisa que até pouco tempo atrás não tinha. Estávamos acostumados a ouvir bonde do tigrão. Hoje temos Gloria Groove por exemplo. As musicas dela são maravilhosas e eu acho lindo. Ou então A ludmilla, onde com a musica "verdinha" ela explica como é a vida de muita gente por ai. Sem dizer que o ritmo faz você querer dançar. Eu ouso dizer que o funk é o novo rock. Exatamente porque gente como você ai sentado na frente do seu pc ouvindo o novo álbum do artic monkeys não sabe um terço como e a vida do seu parça que mora logo ali, na quebrada que tem perto da sua casa. Enquanto o funk ta ganhando cada vez mais espaço, e desenvolvendo arranjos e letras mais elaboradas com o passar do tempo.
        Eu não vou nem entrar no mérito do sertanejo hahaha É oooutra realidade. Acho que é isso. Acredito ter conseguido passar um pouco do que eu penso sobre isso. vou seguir ouvindo ambos e é isso. <3





quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Novo na Steam? Conheça alguns jogos Grátis para começar!

Olá pessoal! Tudo beleza?

Eu resolvi fazer este post para quem está começando agora uma conta na Steam.

Primeiramente, para quem não sabe: Steam é uma plataforma de games da Valve, muito famosa e difundida por ai, onde você encontra uma grande quantidade de games e aplicativos para o seu PC!

Dada essa explicação bem simplesinha, vamos ao que interessa: Nem tudo na Steam é pago. Existe uma grande quantidade de games que são GRÁTIS. E se engana quem acha que é só jogo ruim!

Vou listar para vocês 5 games grátis para começarem a plataforma Steam, bora lá?

Heavy Metal Machines


Quem lembra do saudoso "Rock'n'Roll Racing", do Super Nintendo? Então, imagina esse game atualizado e online, onde você corre e destroi carrinhos de outras pessoas, é isso que Heavy Metal Machines tras!

E o melhor de tudo, é um jogo BR!!


Brawlhalla


Um jogo que lembra demais Super Smash Bros. da Nintendo, onde você tem uma vasta opção de personagens e o objetivo é vencer em diversos estilos de jogo, mas em todos eles com muita porradaria!

Cada personagem consegue lutar com 2 armas diferentes, e além disso existe uma infinidade de modos de jogo!


Realm Royale


Se games estilo "Battle Royale" é sua praia, um dos games grátis do genero que eu mais gosto é o Realm Royale. No game você possui a opção de 4 classes diferentes, que possuem habilidades e especialidades diferentes.

Além de você poder andar a cavalo pelo mapa (eu adoro isso), você pode forjar armas para ficar mais forte, além de ter uma série de Runas que aumentam suas habilidades.

E o melhor: Quando você é abatido você vira uma galinha! SIM, uma galinha! Se você conseguir ficar 30segundos nesta forma sem ninguém te finalizar, você volta para a partida!


Paladins


Chamado de "Overwatch de pobre", Paladins é a versão grátis do sucesso da Blizzard. Digo isso pois a Hi-Rez fez um game que é basicamente o mesmo contexto que Overwatch, mas com personagens diferentes.

De qualquer forma, o jogo é divertido para quem gosta do estilo e de FPS. Vale muito a pena e tem muitas possibilidades de personagens que você pode desbloquear quanto mais você joga!


Super Animal Royale


Este jogo está na lista principalmente para quem tem PCs mais modestos. Super Animal Royale é um game do estilo famoso do momento, só que em 2D e com animaizinhos como personagens!

O jogo apesar de simples é muito bem feitinho, e você passa horas jogando! Vale a pena ter ele para passar o tempo.


É isso! Tem muito mais jogos e eu pretendo apresentar mais deles para vocês em breve, espero que tenham gostado da lista e voltarei em breve com mais.

Quiser comentar outros games, a caixa de comentários é de vocês!

Até a próxima!

quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Doenças sem Cura - Parte 1

E ai pessoal, tudo beleza?

Estava com muita saudade de escrever por aqui! Vamos voltando com o blog aos poucos, e esperamos que possamos trazer um pouco de curiosidades para vocês!

No post de hoje, é a parte 1 de 3, onde contarei sobre algumas doenças que ainda não possuem cura. Parte delas já possui tratamento e até prevenção, mas quando constraídas, não existe uma cura.

Em tempos de pandemia e de Corona Virus COVID-19, vamos conhecer algumas doenças complicadas para a humanidade!


Creutzfeldt-Jakob


Causada e transmitida por uma partícula proteinácea denominada PRÍON (Vem do inglês, significa Proteinaceous Infections Particles), que basicamente são organismos menores que os vírus e formados apenas de proteína.

Esta doença causa problemas neurológicos degenerativos, que ao fim causa uma desordem cerebral, com perda de memória e tremores. Ela evolui muito rapidamente e leva o paciente a morte.

Diferente das doenças parecidas com ela, esta atinge pessoas com menos de 30 anos, na sua maioria. Não se sabe como esta doença se transmite.

Ela também não tem um tratamento ou terapia que atuam com efetividade, portanto é uma doença que é realmente agressiva, onde 90% dos pacientes, após apresentarem os sintomas, morrem.

Cancro


Nós conhecemos esta doença como "Câncer", e sabemos o quão agressiva e dolorosa, para todos os envolvidos com o paciente, esta doença é.

O Cancro é um problema celular, onde o processo de criação de novas células e "morte" das células mais velhas não acontece no ciclo que se espera, causando os tumores, que podem se espalhar para outros tecidos e levar o paciente a sérias complicações e a morte.

Importante dizer que nem todo tumor é um Cancro. Quando estamos falando de tumores "benígnos", que não se espalham e na sua grande maioria, são passíveis de remoção ou de regressão, não há motivos para maiores preocupações.

Já o tumor "malígno" é quem pode de fato causar problemas graves ao paciente, mesmo ao serem removidos podem voltar a aparecer, bem como se propagar a outros tecidos.

O Cancro recebe o nome do local onde se originou. Quando ele nasce no pulmão, ele é um Cancro de Pulmão, se iniciou nas mamas, Cancro de mama, e por ai vai...

Existem uma série de tratamentos e terapias para tratar o Cancro, mas não uma cura em si. Radioterapia, Quimioterapia, Terapia Hormonal, Imunoterapia são algumas das possíveis ações de combate a doença.



Mal de Parkinson 


Uma doença muito conhecida, que atua de forma degenerativa nos neurônios responsáveis pelo nosso domínio dos movimentos do corpo.

Ela ataca em várias regiões do cérebro, e no geral causa sintomas como rigidez e tremores pelo corpo.

Mas o que muitos não sabem é que os tremores não acontecem para todos os pacientes desta doença. E além disso, de 10% a 20% das vítimas desta doença não tem ao menos 40 anos!

Como ela está aqui na lista, ela não tem cura né? Mas ela possui tratamentos que permitem que a pessoa tenha como continuar a vida sem os impactos que o mal causa, entre elas fisioterapias, cirurgias, drogas e até marca-passos cerebrais para diminuir o ônus da doença.



Psoríase


Doença dermatológica que é autoimune e não contagiosa. É uma inflamação na pele que causa lesões avermelhadas e que "descamam", causam coceira e incômodos.

Por ser autoimune, ela faz com que o sistema ataque ele mesmo, o que faz com que não seja facil o tratamento. Ela pode atingir níveis mais simples e níveis mais graves, impossibilitando até o movimento do paciente, por atacar articulações.

Ainda não se sabe a causa exata desta doença, mas acredita-se que ela "ativa" a ação de uma célula do nosso organismo chamada "Celula T", que é responsável por procurar e atacar agentes estranhos que ela possa encontrar.

Existem vários tipos de Psoríase, não vou colocar a lista aqui, mas em geral o tratamento é via Pomadas/Cremes, por meio sistêmico ou por Fototerapia.



Doença de Morgellons


Uma doença que é mais na cabeça do que no corpo. As vítimas desta doença entendem que estão com algum parasita ou inseto em sua pele, que está "corroendo" ele por dentro. Porém, isso não está acontecendo!

Tem linhas da medicina que não consideram esta doença, de fato, uma doença. E sim mais um formato de ilusão em massa.

Além desta sensação, a doença causa fadiga em excesso e algumas irritações cutâneas. Em algumas visões médicas, o problema está somente na ilusão, e que os sintomas são causados pelos próprios pacientes, por conta do trauma da ilusão. Bem loco né?

Por conta de tudo isso, não existe um tratamento, o que alguns profissionais defendem é que a paranoia envolvida nesta doença é que deve ser tratada.



Miastemia


Uma doença autoimune que afeta a comunicação entre os neurônios e os músculos. Esta é a definição básica da Miastemia Grave.

Com ela, o paciente tem dificuldade de engolir, possui um andar cambaleante, tem as pálpebras fechando sozinhas, como se fossem pesadas demais, entre outros sintomas.

Ela afeta diretamente as chamadas junções neuromusculares, que basicamente são os responsáveis por receber os impulsos transmitidos pelos neurônios. Os principais locais afetados são boca, olhos, pernas e até pulmões!

Interessante que esta doença tem 2 picos de incidência, entre 20 e 30 anos e após os 60 anos.

O tratamento é a base de Corticoides, imunosupressores e anticorpos monoclonais. Em casos mais extremos outras ações são tomadas.



Lúpus


A Lúpus é uma doença também autoimune, que ataca múltiplos órgãos e tecidos, como rins, pele, articulações e até o cérebro.

Existem várias vertentes da Lúpus, e pode ser desenvolvida por meios genéticos, hormonais, infecciosos e ambientais.

Ela atinge na sua maioria mulheres, com o diagnostico geralmente ocorrendo entre 15 e 40 anos, mas pode acontecer em qualquer faixa etária.

Entre outros sintomas, estão presentes a febre, fadiga, dor nas articulações, inchaços e rigidez muscular, lesões na pele e dificuldade para respirar.

O tratamento se baseia em corticoides, anti-inflamatórios, protetores solares para evitar exposição nociva aos raios do sol, e droga antimalárica (a já conhecida hidroxicloroquina).


E ai, tá sentindo falta de alguma doença? Relaxa, esta é só a parte 1! Em breve vocês poderão ver parte 2 e a parte 3 aqui no blog também.

A caixa de comentários é de vocês.

Até a próxima!